“Todo aquele que teve uma experiência de conversão verdadeira está apto a ajudar outros a caminharem com Cristo”

hernandes

A IPManaus está se preparando para iniciar, no próximo dia 17, a Estação da Condução, um período de três meses em que vamos vivenciar mais intensamente o discipulado e o cuidado uns com os outros. E para aprendermos mais sobre o assunto, entrevistamos na última segunda-feira (27) o pastor titular da Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória (ES), Hernandes Dias Lopes, escritor de mais de 100 livros e diretor executivo da Luz para o Caminho (LPC Comunicações). Confira.

IPManaus – O que é discipulado?

Pr. Hernandes – É a própria essência da fé cristã, porque aquele que foi encontrado por Cristo automaticamente quer levar outro a Cristo. E esse levar o outro a Cristo não é apenas levar essa pessoa a conhecê-Lo, mas ajudar essa pessoa a crescer em Jesus. Isso demanda tempo, investimento, amor que se abnega, se entrega. É andar junto, comer junto, instruir, não apenas de informação. É dizer: “Venha caminhar comigo! Veja como eu ando, como eu falo, decido, reajo”. Esta é a essência da vida cristã. Este partilhar não apenas da Palavra, mas da experiência da vida. E todo aquele que teve uma experiência de conversão verdadeira está apto a ajudar outros a caminharem com Cristo. Não precisamos chegar ao topo da maturidade cristã para, então, iniciar esse processo. Esse processo se inicia exatamente no momento em que temos um encontro com Cristo.

IPManaus – Discipuladores também pecam, mas se sentem na responsabilidade de ser exemplo. Como lidar com isso?

Pr. Hernandes – Eu acredito que quem discipula precisa ter de fato sua vida nas mãos de Deus. Ao se dispor a ser um discipulador, ele precisa ter esse cuidado para não vir a ser uma pedra de tropeço, motivo de escândalo. O discipulador não pode levar essa pessoa a quem ele propõe discipular para um outro caminho que não seja Cristo. O discipulador precisa ter o compromisso de andar com Deus, porque ele não discipula uma pessoa pra ele, mas pra Jesus. Ele leva a pessoa pra Cristo, ele remete essa pessoa pro Senhor da glória, que é o nosso salvador. Então a vida dele precisa estar consistente com aquilo que ele vai ensinar. Não pode existir um hiato, um abismo, um divórcio entre o que ele fala e o que vive, entre o que ensina e o que pratica, entre a sua doutrina e a sua prática, entre a sua teologia e a sua ética. É preciso existir um casamento, uma harmonia, uma convergência dessas duas coisas. É claro que é até saudável ter essa preocupação. Quem não tem essa preocupação de repente se torna pedra de tropeço, achando que não está sendo pedra de tropeço. Nós sempre devemos ter este cuidado, de nossa vida pavimentar o caminho das pessoas, para que tenham um encontro maior com Deus.

*Boletim da Igreja Presbiteriana de Manaus, n°954. Publicado em 03 de maio de 2015.
“Todo aquele que teve uma experiência de conversão verdadeira está apto a ajudar outros a caminharem com Cristo”
Tagged on:                                 

One thought on ““Todo aquele que teve uma experiência de conversão verdadeira está apto a ajudar outros a caminharem com Cristo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *